27/10/10

Dossier Statistico Caritas Migrantes 2010

O "Dossier Statistico Caritas Migrantes" (que já falamos aqui) nos últimos anos se tornou o referimento mais importante em matéria de Imigração.


"Manca ancora in Italia questa decisa volontà di accoglienza, quella che chiedevamo quando eravamo un popolo di emigranti." (Franco Pittau, Coordinatore “Dossier Statistico Immigrazione” Caritas e Migrantes)

Os últimos dados publicados pelo "Dossier Caritas 2010":

* Os imigrantes "soggiornati" são 4 milhões e 919 mil (1 imigrante para 12 residentes.)
* Nos últimos 10 anos o aumento de imigrantes foi de 3 milhões.
* Os imigrantes asseguram o desenvolvimento econômico italiano, pois contribuem com as contas publicas mais do que usam em serviços (escola e saúde por exemplo); mas não tem acesso à alguns benefícios como "bonus bebè" (visto que a média de gastos para um filho, na Itália, é de 9 mil euros/ano) e outros benefícios destinados à cidadãos italianos.
* Os imigrantes declaram mais de 33 bilhões por ano.
* 10% dos trabalhadores dependentes são imigrantes; 40%  dos trabalhadores imigrantes trabalham com um nível inferior à sua formação, trabalham de noite e domingos; recebem 23% menos que os trabalhadores italianos (971€ em media). Os imigrantes ocupam principalmente áreas como: assistência familiar, agricultura, construção, serviços e saúde (enfermeiros).
* Cresce a contribuição na formação de pequenas empresas (213.267).
* Os imigrantes são presentes mais no Norte (61.6%), depois Centro (25.3%) e no Sul (13.1%). As cidades com o maior numero de imigrantes é Roma com 270 mil e Milano com 200 mil. No comune de Porto Recanati 20% dos residentes sao imigrantes, 35% a Airole.
* Os menores são quase 1 milhão (932.675). Destes 572.720 nasceram na Itália, vivem aqui, falam muitoooo bem italiano (ate dialeto) mas são "estrangeiros" (segundo a lei italiana, que vem sendo questionado pela maioria do setor social). 673.592 são matriculados no Sistema educacional italiano (7.5% dos alunos).
* Das crianças nascidas em 2009, 13% são de pais estrangeiros (77.148). Se calcularmos as crianças com mãe estrangeira e pai italiano a porcentagem vai para 16,5%.
* A média é de 70 casamentos por dia entre italianos e estrangeiros.

* Origem dos imigrantes:
- Europa: 53.6%
- África 22%
- Ásia 16.2 %
- América 8.1%
- Oceania 0.1%


* O Brasil é presente com 44 mil residentes. Contro os mais de 800 mil romenos (primeiro lugar por nação).

Veja mais no site "Dossier immigrazione"

8 commenti:

Anna Karine ha detto...

Legal esse post e muito interessante as informaçoes. Queria saber se posso copiar e publicar no meu blog, logicamente, com os creditos para vc. Bjs

Allan Robert P. J. ha detto...

Depois que esse dossiê foi publicado ouvi muita gente falando. Sempre o mesmo discurso: "os imigrantes roubam o nosso emprego...", "eles fazem o que nós não gostamos de fazer", etc. Acho que, apesar de toda a mudança nos últimos anos, os nacionalistas extremistas vão acabar voltando a roda da história, é a minha impressão. Acredito que a Europa se tornará cada vez mais intolerante e que a emigração será rigorosamente controlada e reduzida. Espero estar errado, mas sinto ventos nesta direção. :/

.Niii. ha detto...

oie!!
Nossa amei seu Blog!
Eu tenho uma vontade enorme de conhecer a itália!!!
Bjsss
http://fazparte-ni.blogspot.com/

Inaie ha detto...

Oba!!! Blog da Italia....

vou te acompanhar de looonge


www.inaier.blogspot.com

.Niii. ha detto...

Esqueci de seguir ^^
agora sim!

A Mamãe do viajante ha detto...

Ser imigrante na Europa está a cada dia mais dificil viu!

E falo por mim que nunca fiquei ilegal, mas peno até hoje esperando minha permanencia sendo casada com europeu, vivendo dignamente sem ajuda alguma do governo e só aguardando autorizacao para trabalhar.

Obrigado pela visita Gioconda, é sempre um prazer recebe-la.
Beijocas e um ótimo fim de semana.
Aninha.

Georgia ha detto...

Gi, tudo bem?

Que delícia a tua visita hoje na saia;)

Aqui os alemaes dizem que os estrangeiros roubam o emprego deles. Mas acontece que nenhum alemao quer fazer o servico baixo escalao, enetende? Somente os estrangeiros e eles vao chegando cada vez mais com a uniao européia. É o preco que se paga.

Bom fim de semana

Um grde beijo

Jaboticaba Preta ha detto...

Muito interessante este estudo. Ai na Italia, os filhos das italianas casadas com estrangeiros tem direito a cidadania?

Aqui na Holanda os estrangeiros na lista negra sao os turcos e os marroquinos. Seguidos dos antilianos (que sao holandeses!)

Beijocas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...